Bomba Medidora de Combustível

 

A bomba de combustível é um instrumento de medição sujeito ao controle metrológico do IPEM. Possui marcas de selagem nos pontos previstos na portaria de aprovação de modelo, o que impede seu uso indevido e uma etiqueta identificando a validade da última verificação metrológica.

A fim de se manter a quantidade do produto, as bombas medidoras de combustível recebem verificação inicial nas dependências do fabricante. Também são realizadas verificações subsequentes e as eventuais (sempre que ocorrer rompimentos de lacre, reprovação ou manutenção).


  Os agentes metrológicos do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Paraná regularmente vão aos postos de combustíveis para realizar a verificação metrológica. Durante os ensaios, os agentes conferem o volume de combustível medido pelas bombas e se cada item tais como mangueira, painel, bico, eliminador de ar e gás, plano de selagem, medidor de pulser, lâmpada, dispositivos de bloqueio se está em conformidade com a portarias Inmetro.

Após os ensaios, as bombas que tiverem sido aprovadas recebem as marcas de verificação do Inmetro (selos e etiquetas) e o relatório de verificação metrológica. Havendo irregularidade, a bomba medidora é interditada e a empresa notificada.

A manutenção do equipamento deverá ser feita obrigatoriamente por permissionária autorizada. O agente metrológico notificará o responsável para que, as bombas de combustíveis que estiverem desativadas no momento da verificação, para que este informe o IPEM-PR, quanto à disponibilidade, para que seja feita a verificação.

 

O posto de combustíveis deve, obrigatoriamente, possuir uma medida de volume de 20 litros, verificada anualmente. E o consumidor pode garantir seu direito pedindo um ensaio com esta medida de volume.

 

 

 

Fique atento

  • Antes do abastecimento, observe se o volume de litros e total a pagar estão marcando zero, na bomba medidora;
  • Confira o valor final multiplicando o preço por litro indicado pela quantidade de litros fornecida pela bomba medidora;
  • Observe a existência do lacre na bomba medidora de combustíveis;
  • Toda bomba medidora de combustível verificada mostra a marca oficial do Inmetro;
  • Acompanhe o processo de abastecimento do seu início ao fim.

Como autorizar empresas de manutenção de bombas de combustível?

Somente as oficinas permissionárias autorizadas por Órgãos Delegados do Inmetro podem realizar os serviço de reparo e manutenção. Para ser uma oficina permissionária, seu representante legal deve entrar em contato com o IPEM-PR.

O Instituto avaliará a documentação e, se aprovada, emitirá o número de registro da empresa. O IPEM-PR agendará a visita de um técnico à oficina para realizar auditoria. Estando a oficina em conformidade com todas as exigências, será emitido um atestado autorizando a realização dos serviços de reparo e manutenção em bombas. Esse atestado deve ser renovado a cada 12 meses.

Após os reparos, a empresa autorizada deverá fechar as bombas usando lacres acrílicos de cor azul e afixar a marca de serviços "reparado".
 

Autorização de oficinas, clique aqui