Notícias

04/12/2019

IPEM-PR participou do Seminário em Londrina que discutiu a relevância e responsabilidade no mercado de combustível e GLP

O gerente de Verificação Metrológica do Instituto de Pesos e Medidas do Paraná, José Roberto Barcellos, participou do 1º Seminário Regional do Grupo Estadual de Combate às Irregularidades no Mercado de Abastecimento de Combustíveis (GECIMAC), promovido pelo Ministério Público do Estado, realizado em Londrina, no dia 22 de novembro, na sede da Universidade Estadual de Londrina.

Segundo o gerente Barcellos, o evento teve como objetivo debater problemas relacionados ao mercado de abastecimento de combustíveis. Para o IPEM-PR, disse, coube relatar os aspectos mais relevantes de como é realizada uma verificação, ou inspeção metrológica nas bombas de combustíveis e gás (GLP), que seguem regras segundo regulamentos técnicos do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Destacou ainda que a relação entre empresário e consumidor precisa dessa fiscalização para garantir maior justeza nessa relação e para garantir ao consumidor que pagará aquilo que adquire, com maior segurança na hora do abastecimento. Para o empresário, a atuação do IPEM garante o bom funcionamento do equipamento, entre outros detalhes. Coletivamente o IPEM-PR atua também na defesa do meio ambiente, pois em caso de um vazamento de uma bomba, por exemplo, esse material pode poluir o solo, o que gera prejuízos ao meio ambiente.

Participaram do evento o procurador de Justiça e Coordenador do Caop de Defesa do Consumidor e da Ordem Econômica, Ciro Expedito Scheraiber; o procurador de Justiça e Coordenador do Caop de Defesa da Ordem Tributária, Mauricio Kalache; o promotor de Justiça da 7ª Promotoria de Justiça da Comarca de Londrina, Miguel Jorge Sogaiar; o procurador de Justiça e Coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal, Claudio Rubino Zuan Esteves; o chefe do Setor de Combustíveis da Inspetoria Geral de Fiscalização da Receita Estadual do Paraná, Gerson Luiz Sarturi; o promotor de Justiça e Coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) em Londrina, Jorge Fernando Barreto da Costa; o procurador de Justiça e Coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal, Claudio Rubino Zuan Esteves; o superintendente de Fiscalização do Abastecimento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP, Francisco Nelson Castro Neves, o coordenador do Departamento de Estudos Econômicos do Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE, Ricardo Medeiros de Castro; o presidente da Associação Brasileira de Entidades de Classe das Revendas de Gás Liquefeito de Petróleo – ABRAGAS, José Luiz Rocha; o representante da Associação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Lubrificantes, Logística e Conveniência – Plural, Carlo Faccio; e o coordenador do PROCON de Londrina, Gustavo Richa.

Força-tarefa GECIMAC - O Gecimac funciona como uma força-tarefa com atuação voltada a coibir ilegalidades relacionadas ao setor de combustíveis. O grupo foi criado em 2012, por iniciativa do Ministério Público do Paraná, e reúne representantes do MPPR, das Secretarias de Estado da Fazenda, da Segurança Pública, da Justiça, Família e Trabalho e do Desenvolvimento Sustentável e Turismo (Sefa, Sesp, Sejuft e Sedst), do Instituto de Pesos e Medidas do Paraná (Ipem) e do Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PR).

Fonte: Assessoria de Comunicação IPEM-PR

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem