•  

    Regional de Maringá - problemas telefônicos

    Informamos que estamos com problemas na nossa linha telefônica (44) 3266-2443. Já contactamos a operadora, e o problema será resolvido o mais rápido possível.

    Pedimos que as ligações direcionadas à esta Regional sejam feitas para o número (44) 3266-2475.


  • Facebook
  • Twitter
  • instagram

Bomba Medidora de Combustível

painel bomba medidorabomba aberta













A bomba de combustível é um instrumento de medição sujeito ao controle metrológico do IPEM. Possui marcas de selagem nos pontos previstos na portaria de aprovação de modelo, o que impede seu uso indevido e uma etiqueta identificando a validade da última verificação metrológica.

A fim de se manter a quantidade do produto, as bombas medidoras de combustível recebem verificação inicial nas dependências do fabricante. Também são realizadas verificações subsequentes e as eventuais (sempre que ocorrer rompimentos de lacre, reprovação ou manutenção).

tecnico ipemOs agentes metrológicos do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Paraná regularmente vão aos postos de combustíveis para realizar a verificação metrológica. Durante os ensaios, os agentes conferem o volume de combustível medido pelas bombas e se cada item tais como mangueira, painel, bico, eliminador de ar e gás, plano de selagem, medidor de pulser, lâmpada, dispositivos de bloqueio se stá em conformidade com a portarias Inmetro.

Após os ensaios, as bombas que tiverem sido aprovadas recebem as marcas de verificação do Inmetro (selos e etiquetas) e o relatório de verificação metrológica. Havendo irregularidade, a bomba medidora é interditada e a empresa notificada.

A manutenção do equipamento deverá ser feita obrigatoriamente por permissionária autorizada. O agente metrológico notificará o reponsável para que, as bombas de combustíveis que estiverem desativadas no momento da verificação, para que este informe o IPEM-PR, quanto à disponibilidade, para que seja feita a verificação.

O posto de combustíveis deve, obrigatoriamente, possuir uma medida de volume de 20 litros, verificada anualmente. E o consumidor pode garantir seu direito pedindo um ensaio com esta medida de volume.


Fique atentoolho

 


      • Antes do abastecimento, observe se o volume de litros e total a pagar estão marcando zero, na bomba medidora;
      • Confira o valor final multiplicando o preço por litro indicado pela quantidade de litros fornecida pela bomba medidora;
      • Observe a existência do lacre na bomba medidora de combustíveis;
      • Toda bomba medidora de combustível verificada mostra a marca oficial do Inmetro;
      • Acompanhe o processo de abastecimento do seu início ao fim.

Como autorizar empresas de manutenção e/ou conserto de Bomba Medidora de Combustível Líquidobombas




Somente as oficinas permissionárias autorizadas por Órgãos Delegados do Inmetro podem realizar os serviço de reparo e manutenção. Para ser uma oficina permissionária, seu representante legal deve entrar em contato com o Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Paraná (IPEM-PR).

O Instituto avaliará a documentação e, se aprovada, emitirá o número de registro da empresa. O IPEM-PR agendará a visita de um técnico à oficina para realizar auditoria. A empresa usará um lacre acrílico de cor azul para lacrar as bombas após os reparos e afixar a marca de serviços "reparado".

Estando a oficina em conformidade com todas as exigências, será emitido um atestado autorizando a realização dos serviços de reparo e manutenção em bombas. Esse atestado deve ser renovado a cada 12 meses.

Recomendar esta página via e-mail: