Notícias

27/01/2020

IPEM-PR verifica esfigmomanômetros para segurança do cidadão

O Instituto de Pesos e Medidas do Paraná, do dia dois a 27 de janeiro, fez a verificação de 130 esfigmomanômetros, que são aqueles aparelhos que medem a pressão arterial, utilizados em hospitais, clínicas médicas, farmácias, postos de saúde, ou em consultórios em geral. Até a data referida, foram reprovados 17 instrumentos. Para os próximos dias, os técnicos deverão realizar testes em mais 78 instrumentos.

Os esfigmomanômetros são aparelhos de alta precisão, e devem passar por verificação anual, segundo a legislação pertinente. O esfigmomanômetro é regulamentado no Brasil pelo Instituto Nacional de Metrologia e Qualidade (INMETRO), sendo que cada modelo conta com uma portaria de aprovação, que deve constar no aparelho.

Segundo o presidente do IPEM-PR, Rubico Camargo, os responsáveis por esses instrumentos não vem cumprindo essa obrigação, e um pequeno erro ao verificar a pressão arterial de um paciente poderá forçá-lo a tomar medicamentos que não são necessários, ou de forma contrária, deixando de ingerir um remédio para controlar a pressão”, alertou o presidente.

De acordo com o Ministério da Saúde, a pressão alta afeta um a cada quatro brasileiros adultos. Considerada uma inimiga muitas vezes silenciosa, ela é um dos maiores fatores de risco para doenças cardiovasculares como infarto e acidente vascular cerebral, o AVC.

Por esse motivo, o esfigmomanômetro foi regulamentado pelo INMETRO, tornando obrigatória a verificação anual, assegurando a conformidade com as normas. Os instrumentos que são encontrados sem modelo de aprovação devem ser retirados do mercado, e não devem ser utilizados. O IPEM-PR faz a verificação e fixa no aparelho a etiqueta com a referência ao ano seguinte, sendo que os verificados neste ano recebem o Selo do INMETRO com referência ao ano de “2021”.

Para verificação, os esfigmomanômetros devem ser encaminhados ao IPEM-PR, através de suas unidades em Curitiba e nas Regionais de Londrina, Maringá, Cascavel e Guarapuava, ou pelas empresas cadastradas pelo INMETRO. Nos laboratórios, o instrumento é verificado através de aparelho padrão de calibração para ver se a medição está correta. Essa verificação tem como finalidade garantir a confiabilidade das medições, e, como consequência, resguardar a saúde do cidadão. O setor responsável por esse trabalho no IPEM-PR é a Gerência de Calibração e Ensaios, sob o comando do gerente Carlos Alexandre Brero de Campos.

Nos casos em que o instrumento é reprovado, o equipamento deve ser encaminhado para reparo em uma oficina credenciada pelo IPEM-PR/INMETRO. Após o conserto, deve ser novamente conferido, se aprovado é emitido o laudo e afixada a marca de verificação do exercício para o ano subsequente. Esta marca pode ser conferida pelo cidadão, que no caso de não estar presente, ou com referência aos anos anteriores, deve solicitar a utilização de um esfigmomanômetro com o Selo do INMETRO atualizado.

OUVIDORIA IPEM-PR – Em caso de dúvida, ou para fazer alguma denúncia, o cidadão deve entrar em contato com a Ouvidoria do IPEM-PR, por meio do telefone 0800 645 0102, de segunda a sexta, de 8 h às 12 h e 13 h às 17 h, ou através do site do Ipem-PR: www.ipem.pr.gov.br, no link “Ouvidoria”

Fonte: Assessoria de Comunicação IPEM-PR

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem