Notícias

31/10/2019

Inmetro: dicas de segurança para as comemorações de Halloween

A festa de Halloween ou do Dia das Bruxas, comemorada no dia 31 de outubro nos Estados Unidos (EUA), vem sendo cada vez mais replicada ao redor do mundo, inclusive no Brasil. Mesmo com o padrão diferente do “gostosuras ou travessuras?” – frase de efeito dita pelas crianças americanas ao pedirem doces na vizinhança durante as comemorações – as escolas brasileiras envolvem os pequenos cada vez mais nessa brincadeira, enquanto os adultos aproveitam a data para confraternizar com amigos e comemorar aniversários, organizando festas à fantasia. 

Por conta da popularização no país, o Inmetro divulga algumas dicas de segurança para que as comemorações do Halloween não se traduzam em acidentes e chama atenção para alguns números estatísticos divulgados pela Comissão de Segurança de Produtos de Consumo dos EUA (CPSC). 

De acordo com a CPSC, de outubro a novembro de 2018, foram tratadas nos departamentos de emergência de hospitais americanos cerca de 4,5 mil casos de lesões relacionadas às comemorações de Halloween. Desse total, 27% incluíram lacerações, ingestões e outras lesões associadas a fantasias e decorações. Vale destacar que 4% das ocorrências estiveram diretamente ligadas a reações alérgicas ou a erupções cutâneas provocadas por fantasias e adereços.

Confira abaixo as dicas de segurança do Inmetro:

Fantasias: a grande representação da nossa festa de Halloween está nas fantasias. Os pais, porém, devem ter muita atenção tanto com relação à composição têxtil quanto com fantasias muito quentes - os pequenos devem estar confortáveis para poderem curtir a festa.

Acessórios: a atenção deve ser redobrada aos acessórios como máscaras, que podem causar asfixia.

Maquiagem: muito cuidado com as maquiagens usadas nas crianças. Como a pele é mais sensível, podem causar alergia e lesões irreversíveis.

Brinquedos: os brinquedos infantis devem apresentar o selo do Inmetro e sempre observar a faixa etária indicativa na embalagem. Alguns brinquedos que contêm peças pequenas podem causar acidentes às crianças.

Decoração: a decoração é outro ponto que deve merecer muita atenção, pois normalmente é composta por materiais inflamáveis. O uso de velas, por exemplo, pode terminar com a festa.

Iluminação: as velas podem ser substituídas por luminárias, mas atenção: use apenas luminárias com o selo do Inmetro, instaladas de forma adequada.

Compre os itens para a sua festa em lojas regulares, e exija sempre a nota fiscal da compra, mas, se mesmo assim algum acidente ocorrer,
registre no Sistema Inmetro de Monitoramento de Acidente de Consumo - Sinmac

Fonte: Inmetro

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem