Notícias

08/05/2019

IPEM-PR realiza Operação Especial Segurança Elétrica

A Segurança Elétrica foi o motivo da Operação Especial que o Instituto de Pesos e Medidas do Paraná realizou entre os dias 18 e 22 de março, com a fiscalização de 157.611 itens entre adaptadores de plugues e tomadas, disjuntores, extensões, filtros de linha, lâmpadas dicroicas, fluorescentes, halógenas e Led, luminárias, lustres, sensores de presença, e interruptores para instalações elétricas.

Foram apreendidos 693 itens que apresentaram irregularidades, nos 110 estabelecimentos visitados em todo o Estado. Os adaptadores de plugues de tomadas foram os que apresentaram maiores problemas, seguidos das luminárias, receptáculos para lâmpadas fluorescentes, tomadas simples ou múltiplas para instalação fixa ou móvel, plugues, lâmpadas LED com dispositivo integrado à base, e interruptores para instalações elétricas fixas domésticas e análogas.

A ação faz parte do calendário nacional de Operações Especiais do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – INMETRO, sendo que o IPEM-PR é o órgão delegado que realiza todos os trabalhos do Instituto Nacional no Estado.

O presidente do IPEM-PR, Rubico Camargo, explicou que “a finalidade da Operação Especial Segurança Elétrica é garantir a segurança de milhares de consumidores que diariamente utilizam esses itens em casa ou no comércio e até mesmo nas indústrias”.

Segundo o gerente de Fiscalização do IPEM-PR, Roberto Tamari, os consumidores devem ficar atentos às informações que devem conter nas embalagens dos produtos, como voltagem, corrente, potência e identificação do fabricante. Tamari alerta ainda que “esses produtos não podem conter material ferroso nas partes destinadas à condução de energia elétrica, por causa do risco de aquecimento, curto-circuito, choque e incêndio”, explicou o gerente.

Além dessas informações, o consumidor deve adquirir esses produtos em lojas que forneçam nota fiscal para que possam fazer a reclamação em caso de acidentes, que devem ser relatados através da Ouvidoria do IPEM-PR, através do telefone 0800 645 0102, ou pelo site www.ipem.pr.gov.br, no link “Ouvidoria”.

As empresas onde as irregularidades foram identificadas terão um prazo de dez dias para apresentar defesa, além da nota fiscal de compra do produto e de importação.

Fonte: Assessoria de Comunicação IPEM-PR

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem