Notícias Postos de Combustíveis de Dois Vizinhos passam por fiscalização. O presidente Oliveira Filho acompanhou a ação. 07/03/2018

Ainda no Sudoeste paranaense, o presidente do Ipem-PR Oliveira Filho participou hoje (6) da operação em postos de combustíveis, na cidade de Dois Vizinhos, acompanhando o trabalho de fiscalização dos agentes do Instituto, Valter Guimarães e Juarez Ghelfi Júnior, no período da manhã.

Durante a operação em Dois Vizinhos foram fiscalizados 51 bicos de instrumentos, com a reprovação de 30 itens. Destes foram interditados quatro instrumentos, com notificações emitidas por erros na vazão superior ao máximo permitido, mau estado de conservação, mangueira com desgaste ou deformações e com metragem superior a 5m sem autorização, sem as inscrições obrigatórias, e acessórios sem autorização.

 

Rádio Danúbio Azul - Após o almoço, o presidente Oliveira Filho participou de entrevista na Rádio Danúbio Azul, da cidade de Santa Izabel do Oeste. O repórter Castor Wilson conversou com Oliveira sobre a fiscalização de postos de combustíveis na região Sudoeste, que está acontecendo nesta semana.

Oliveira falou também sobre a preocupação que o Inmetro e o Ipem-PR têm com os instrumentos metrológicos como os esfigmomanômetros, que devem ser calibrados anualmente, “pois se não estiverem devidamente regularizados podem causar danos à saúde das pessoas”, alertou o presidente do Ipem-PR, Oliveira Filho.

A preocupação de Oliveira reflete na área de saúde, porque se o esfigmomanômetro não estiver calibrado algumas pessoas podem estar tomando remédio sem necessidade, e outros precisando controlar a pressão e não estão fazendo porque esses instrumentos não estão devidamente calibrados!

Outro instrumento que chama a atenção do presidente do Ipem-PR é o cronotacógrafo, que é a caixa preta do veículo automotor, e deve estar em funcionamento regular para demonstrar a trajetória do veículo, como velocidade, tempo de parada, trajeto. Muitos acidentes poderiam ser evitados caso o cronotacógrafo estivesse em funcionamento, pois o excesso de velocidade é registrado, constrangendo o motorista a não ultrapassá-la. Essa campanha do Inmetro está acontecendo em todos os estados da Nação, através dos órgãos delegados do Inmetro.

 

Fábrica de Roupas Blindagem – No final da tarde de ontem, Oliveira Filho, presidente do Ipem-PR, visitou a fábrica de roupas Blindagem, na cidade de Santa Izabel do Oeste, de propriedade de Marinez e Carlos Padová.

A visita teve como motivação a fiscalização que o Ipem-PR realiza junto às confecções em todo o Estado, que devem cumprir legislação do Inmetro. As nomas determinam que os produtos têxteis de procedência nacional ou estrangeira deverão apresentar, na etiqueta, obrigatoriamente, as seguintes informações:
1- nome ou razão social ou marca registrada no órgão competente do país de consumo e identificação fiscal, do fabricante nacional ou do importador ou de quem apõe a sua marca exclusiva ou razão social, ou de quem possua licença de uso de uma marca, conforme o caso;
2- país de origem;
3- nome das fibras têxteis ou filamentos têxteis e seu conteúdo expresso em percentagem em massa;
4- tratamento de cuidado para conservação de produto têxtil;
5- uma indicação de tamanho ou dimensão, conforme o caso.

O Ipem-PR conta com um Laboratório Têxtil na Regional de Londrina, que faz exames físicos e químicos comprovando as informações trazidas na etiqueta. Esse laboratório é um dos poucos na área pública, que atende os órgãos delegados do Inmetro em todo o país.

Fonte: Assessoria de Imprensa - IPEM-PR

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem