Notícias Produtos mais consumidos nessa época passaram por fiscalização do Ipem-PR 03/01/2018

Os fiscais do Instituto de Pesos e Medidas do Paraná realizaram operações especiais no setor de produtos como bicicletas de uso infantil, brinquedos, luminárias tipo mangueiras natalinas e luminárias tipo pisca-pisca natalinas, no final do ano que passou. Foram 99.786 itens fiscalizados, sendo 1.443 reprovados, que foram apreendidos.

Outro setor que também teve uma forte atuação do Ipem-PR foi o de produtos pré-medidos, direcionado aos produtos mais consumidos nessa época do ano, como panetones, frutas secas, nozes e assemelhados, chocolates, vinhos, e carnes congeladas, como camarão, peru, paleta de cordeiro, lombo suíno, entre outros.

A maior quantidade de reprovação foi de brinquedos, com 1.404, entre os 90.349 fiscalizados, e nas luminárias tipo pisca-pisca, onde foram reprovadas 38, entre as 6.304 verificadas. As luminárias tipo mangueiras, foram verificadas 1.202, com apenas uma apreensão.

Segundo o presidente do Ipem-PR, Oliveira Filho, as operações são realizadas com objetivo na proteção ao consumidor. “Os pais, ao comprar presentes aos filhos menores devem observar a presença do selo do Inmetro em todos os brinquedos comercializados no país! Além disso, a orientação também é para que o consumidor adquira produtos somente em lojas devidamente regulamentadas e estabelecidas, evitando comprar artigos de vendedores de rua ou sem comprovação de procedência.

A fiscalização de produtos pré-medidos, que são aqueles pesados e medidos longe da vista do consumidor, é realizada através da conferência se o consumidor leva para casa produtos com a quantidade, as dimensões e referências, e o peso dos produtos em conformidade com o que está detalhado na embalagem.

O presidente Oliveira chama a atenção nos produtos pré-medidos de que a embalagem não pode fazer parte do peso do produto, “deve estar devidamente descontado!”, reforça o presidente do Ipem-PR.

A fiscalização foi realizada em todo o estado, com a colaboração das Regionais do Ipem em Maringá, Londrina, Cascavel, Guarapuava e na sede em Curitiba.

 

Produtos pré-medidos reprovados – lombo canadense fatiado, sem marca, comercializado pela empresa Bebifrios Com.; peru temperado congelado Sadia, comercializado pelo Supermercado Jacomar; Ameixa – marca Carrefour, comercializada pelo Carrefour Com. Ind.; paleta de cordeiro congelada – Golden Foods, comercializada por Agricer Dist. Com. Prod.; panetone doce de leite – Carrefour, comercializado pelo Correfour Com. Ind.; uva passas escuras sem semente – superm Telemaco, comercializada por CG Com. De Gêneros Alimentícios; lombo suíno defumado – Fattoria, comercializado pelo Condor Super Center; pernil suíno temperado – Sulita, comercializado pela empresa A Angeloni&Cia; mix de frutas, uva rosada, tâmara sem caroço, todos sem marca, comercializados pela empresa Midori Com. Frutas, Cereais Gen. Alim.; uva rosada e uva rubi – Quitanda da Família, comercializadas por Vanner Henrique Ferro e Cia; chocolate trufado coberto chocolate, comercializado por Rose Petenucci; pão de mel com cobertura de chocolate ao leite, da marca Bauducco; frango inteiro com erva finas e ave Fiesta da Seara; ameixa, comercializada pelo Super Bom Dia Bigatão; uva passa, comercializada pela Rede Forte; frango temperado, marca Nat; ameixa seca, comercializado pelo supermercado Manainn.

 

“Papai Noel” – Todos os anos, por recomendação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, os técnicos do Ipem-PR realizam a operação especial “Papai Noel”, com o objetivo de retirar do mercado brinquedos e produtos que não estejam de acordo com as especificações da legislação federal.

Para poder ser legalmente comercializado, qualquer brinquedo tem de ser certificado pelo Inmetro. O selo existe nos brinquedos que não oferecem nenhum risco às crianças e que são adequados à idade especificada na embalagem. Significa que o produto passou por testes de toxidade do material empregado e por outras avaliações de segurança em relação ao seu formato – se é ou não pontiagudo e se pode oferecer algum risco em seu manuseio.

OUVIDORIA IPEM-PR – Em caso de dúvida, ou para fazer alguma denúncia, o cidadão deve entrar em contato com a Ouvidoria do Ipem-PR, por meio do telefone 0800 645 0102, de segunda a sexta, de 8h às 12h e 13h às 17h, ou através do site do Ipem-PR: www.ipem.pr.gov.br, no link “Ouvidoria”.

Fonte: Assessoria de Imprensa - IPEM-PR

Recomendar esta notícia via e-mail: